sábado, 25 de agosto de 2012

50 livros que toda a gente deve ler.


O jornal Expresso, no seu suplemento cultural (Atual) através de um conjunto de jornalistas/escritores seus colaboradores (Ana Cristina Leonardo, Clara Ferreira Alves, Henrique Monteiro, José Mário Silva, Luísa Mellid-Franco e Pedro Mexia) fez uma lista de 50 livros que toda a gente deveria ler.
As razões por eles apontadas para serem estes e não outros são por eles justificadas desta forma:

“Não há listas perfeitas. Escolher 50 livros (ou 100) implica sempre deixar de fora muitas obras igualmente importantes - ou até mais importantes - que poderiam com toda a justiça estar no lugar destas. Conscientes de que é impossível agradar a gregos e a troianos, pretendemos fazer uma seleção equilibrada, com natural predomínio dos clássicos (essas obras que já passaram o crivo do tempo e entraram no cânone), mas também com algumas apostas pessoais dos colaboradores, escolhas talvez menos óbvias e que esperamos possam corresponder a surpresas e descobertas.
Estes 50 títulos foram fixados após um processo de sobreposição de várias listas. A ordem em que aparecem não reflete qualquer juízo de valor comparativo. E uma coisa é certa: mais ou menos consensuais, todos os livros sugeridos têm uma qualidade literária acima de qualquer suspeita.”
Texto publicado na revista Atual de 18 de agosto de 2012”
Depois disto tudo fiquei curioso e fui ver quais eram os livros e evidentemente que fiz a minha listagem para ver quais os que já li, os que tenho na minha posse mas que ainda não li e por fim os que não possuo nem li.
E os resultados são os seguintes:
“Guerra e Paz” - Lev Tolstói – Possuo, mas não li
“Ficções” - Jorge Luis Borges – Possuo e já li
“Crime e Castigo” - Fiódor Dostoievski – Não possuo e não li
“As Elegias de Duíno” - Rainer Marie Rilke – Não possuo e não li
“Ulisses” James Joyce – Possuo e já li
“À Espera de Godot” - Possuo e já li
“MacBeth” - William Shakespeare – Não possuo mas já li
“Os Miseráveis” - Victor Hugo – Possuo mas não li
“A República” - Platão – Não possuo e não li
“O Coração das Trevas” - Joseph Conrad – Possuo e já li
“O Homem Sem Qualidades” - Robert Musil – Possuo e já li
“O Processo” - Franz Kafka – Possuo e já li
“Madame Bovary” - Gustave Flaubert – Possuo mas não li
“A Vida e Opiniões de Tristam Shandy” - Laurence Sterne – Não possuo e não li
“A Vida Modo de Usar” - Georges Perec - Não possuo e não li
“Memórias Póstumas de Brás Cubas” - Machado de Assis - Não possuo e não li
“O Ofício de Viver” - Cesare Pavese - Não possuo e não li
“A Montanha Mágica” - Thomas Mann - Possuo e já li
“Retrato de Uma Senhora” - Henry James - Não possuo e não li
“Lolita” - Vladimir Nabokov – Possuo e já li
“Rayuela – O Jogo do Mundo” - Julio Cortázar - Não possuo e não li
“Em Busca do Tempo Perdido” - Marcel Proust – Possuo mas não li
“Moby Dick” - Herman Melville - Não possuo e não li
“Se Isto é Um Homem” - Primo Levi – Possuo mas não li
“O Vermelho e o Negro” - Stendhal – Possuo mas não li
“O Grande Gatsby” - F. Scott Fitzgerald – Possuo e já li
“Ensaios” - Michel de Montaigne - Não possuo e não li
“Poeta em Nova Iorque” - Federico Garcia Lorca - Não possuo e não li
“Austerlitz” - W. G. Sebald - Não possuo e não li
“As Aventuras de Augie March” - Saul Bellow - Não possuo e não li
“1984” - George Orwell - Possuo mas não li
“Terra Sem Vida” - T. S. Eliot – Não possuo e não li
“Os Maias” - Eça de Queiroz – Possuo e já li
“As Ondas” - Virginia Woolf – Possuo mas não li
“Dom Quixote de La Mancha” - Possuo mas não li
“Poesia” - Giuseppe Ungaretti - Não possuo e não li
“Poesia” - Álvaro de Campos (Fernando Pessoa) – Possuo e já li
“Confissões” - Santo Agostinho – Não possuo e não li
“Auto-De Fé” - Elias Canetti - Não possuo e não li
“O Som e A Fúria” - William Faulkner – Possuo mas não li
“Debaixo do Vulcão” - Malcom Lowry – Possuo e já li
“O Monte dos Vendavais” - Emily Bronte – Não possuo e não li
“O Ano da Morte de Ricardo Reis” - José Saramago – Possuo e já li
“Os detetives Selvagens” - Roberto Bolaño – Não possuo e não li
“Candido ou o Optimismo” - Voltaire – Possuo mas não li
“Submundo” - Don Delillo – Não possuo e não li
“Odisseia” - Homero – Não possuo e não li
“A Divina Comédia” - Dante Alighieri – Não possuo e não li
“Quando Tudo se Desmorona” - Chinua Achebe – Não possuo e não li
“Obra Poética” Sophia de Mello Breyner Andresen – Não possuo e não li


Resumindo deste 50 livros ja li 14, tenho na minha posse mas ainda não li 11 e nunca li, nem tenho na minha posse 25 livros, atendendo que os que tenho não lidos mais cedo ou mais tarde os irei ler acho que estou a metade/metade da lista o que não é mau de todo...
Naturalmente se fosse eu a fazer a lista, seria um pouco diferente, mas na essência seria muito parecida, mas este tipo de listas, (tal como eles próprios justificam) não passam disso mesmo, listas, porque não há livros nem autores perfeitos e o que para uns é bom para outros é péssimo, mas funcionam bem como guias e sugestões de leituras.

4 comentários:

horticasa disse...

De todos os livros que aqui estão, já li alguns, outros vi em filme e a minha lista é bem pequena.
1984.... já li muito antes desse ano e adorei.Li também deste autor "o triunfo dos porcos"
Os Mais, faz parte da minha vida, li reli e adorei.
O monte dos vendavais, vi o filme, ouvi, na antiga emissora nacional, o romance, uma delicia e li o livro que adorei.
Odisseia de Homero li e adorei.
Tenho muita pena mas nunca li a Divina comédia mas, tenho muita vontade.
O resto nem sequer ouvi falar, também a minha lista seria muito diferente...
beijinhos

Julyana disse...

Lidos somente quatro. Entre exemplares físicos e arquivos no kindle mai dez. É, preciso melhorar o meu número.

folhasdepapel disse...

Concordo quando se diz que escolher 50 ou 100 significa deixar outros tantos de lado.
Eu já li uns quantos da lista mas são muitos mais os que ainda não li. Graças ao Goodreads tenho organizado a minha estante pessoal e percebido com pormenor que tipo de literatura gosto mais e em qual tenho apostado ultimamente. Pretendo continuar com os clássicos e na lista estão alguns que enumeraste acima, nomeadamente O Inferno (da Divina Comédia, que já comecei a ler), Marcel Proust (é uma colecção tão longa que ainda não tive 'coragem' de começar, porque significaria ter de deixar outros de lado durante algum tempo heeh) e Scott Fitzgerald.
Adoro Saramago e já li muitos da sua obra (todos excepcionais), pelo que fiquei curiosa sobre o motivo que levou esta selecção a incluir O Ano da Morte de Ricardo Reis e não outro, como o Memorial do Convento.
Em tempos, comecei a ler Lolita mas odiei... Não sei se era do estado de espírito ou do tema (e também com a escrita do autor), mas li muito pouco e acabei por o deixar de lado.
Há alguns na lista que não conheço, mas hei-de averiguar :)
Boas leituras!

Andressa disse...

Muito boa essa lista! Espero um dia conseguir ler todos, hahaha.
https://citandopalavras.wordpress.com/